sábado, 5 de setembro de 2015

Dívida da Petrobrás sobe quase R$ 75 Bilhões

Com o dólar subindo constantemente, a dívida da Petrobras aumentou 74,8 bilhões de reais. O cálculo foi feito pela Economática a pedido do jornal Folha de S. Paulo.

No estudo, foi usada a cotação de um dólar para
3,7 reais. A desvalorização do real frente ao dólar preocupa nesse sentido. 83% do endividamento da Petrobras está atrelado a moedas estrangeiras – de acordo com o último dado oficial liberado pela empresa.

"Com o dólar caminhando para os 4 reais, a dívida da empresa explode", disse o analista independente Flávio Conde, do site Whatscall, à Folha de S. Paulo.

Cálculos desse analista mostram que cada centavo de desvalorização do real frente ao dólar é preocupante para a Petrobras. Em números: a cada dez centavos de desvalorização, ele calcula que a dívida da empresa cresça 10 bilhões de reais.

Por conta dos problemas financeiros, a Petrobras vem trabalhando para poupar. Nesta semana, a direção divulgou comunicado sobre redução e suspensão de gastos.

Pelas contas da estatal, serão poupados 12 bilhões de dólares até 2019 – vale ressaltar que a empresa não explicou como chegará a essa economia.

Apenas em agosto, a Petrobras perdeu mais de 14 bilhões de reais em valor de mercado.