Gusttavo Lima desabafa e diz que foi "roubado"

O cantor sertanejo Gusttavo Lima iniciou a noite em São Paulo com uma coletiva que marcou o lançamento do DVD "Buteco do Gusttavo", que foi gravado em 2014, antes de o cantor trocar de escritório, o que ocasionou o atraso no lançamento do albúm.

"Esse DVD gravei de pau duro, com a alma, com muito amor", afirmou Gusttavo, mostrando que o projeto é uma realização. "No início da carreira, eu tocava a troco de lanche, de gasolina. Meu cachê era R$ 25, tocando 8h seguidas. Alguns momentos foram humilhantes ", relembrou ele.

Gusttavo mostrou que a fase de pobreza foi superada. Tanto é que, para lançar o DVD precisou desembolsar R$ 12 milhões. Tudo porque todo o projeto estava registado no nome de seu antigo escritório e, para liberar os direitos, precisou fazer um acordo. "Os seis anos que passei no antigo escritório, chegou um momento que não tinha mais afinidade nenhuma de trabalhar junto. Eu era muito roubado. Quando saí de lá, passei uma fase difícil na minha vida. Quando sai, descobri que meu nome, minha marca, tudo o que gravei, estava registrado no nome deles sem minha permissão. Só de direitos autorais perdi R$3,5 milhões. Dinheiro meu que foi roubado. Então eu não podia sair de lá sem essa autorização (para o DVD). Até por respeito aos convidados", desabafou o cantor.

Pelo valor que precisou desembolsar, o sertanejo confessou que estava decidido a gravar outro trabalho, mas a cobrança nas redes sociais foi grande. Hoje, ele comemora as vendas do projeto.
"Estou perplexo com o resultado desse trabalho".

O cantor comemora, também, a nova fase profissional, onde cuida de seu próprio escritório. "Hoje quem manda nessa porra sou eu. Antes eu era só um empregado", comemora. Ainda assim, ele carrega alguns traumas após a parceria profissional. "Hoje em dia confio só no meu pai e na minha mãe e olha lá.”

Carreira

Depois de anos fazendo cerca de 30 shows por mês, hoje Gusttavo Lima limita o número de apresentações. "Hoje faço no máximo 16 shows por mês. Não faço mais porque não quero. Pode pagar R$ 1 milhão que não faço. Quero viver, poder ir no shopping, restaurante, passear de carro", afirmou ele que, apesar de tudo, em seu momento livre prefere ficar em casa com a família.

Relacionamento

Durante a coletiva, Gusttavo, que está recém-solteiro, repetiu o motivo de seu término com a modelo Andressa Suita. O casal, que estava de casamento marcado para marco de 2016, anunciou o fim do noivado há uma semana. "A Andressa é uma menina especial, bacana, linda, me ajudou muito nesse momento de transição. Ela foi muito importante na minha vida, mas os dias em que eu chegava de viagem, ela estava saindo para trabalhar ", resumiu Gusttavo, que logo voltou a falar sobre seu DVD atendendo ao pedido de sua assessoria.
Gusttavo, que estreia a turnê desse DVD no dia 23 de outubro com um show em Uberlândia, já trabalha na gravação de seu próximo álbum de carreira, que acontece em março.

Depois de falar sobre o projeto, Gusttavo vai subir ao palco do Club A São Paulo para fazer o show de lançamento do álbum. A noite ainda será de comemoração. O cantor sertanejo vai celebrar seu aniversário. Gusttavo completa 26 anos nesta quinta-feira, 3.

Desabafo por impulso

Após o desabafo sincero, Gusttavo Lima se arrependeu das palavras usadas e, embora não desminta o ocorrido, assumiu ao EGO que é uma pessoa impulsiva.

"Eu ainda estou aprendendo a lidar com muitas coisas, como minhas emoções e meu temperamento impulsivo. A sensação de ter sido roubado não me dá o direito de fazer esta afirmação. Entendo que tudo na vida tem um preço, uma espécie de pedágio: Eu paguei o meu! Concordando ou não, com tudo que acontecia eu tenho de reconhecer que a parceria de quase seis anos foi fundamental para o meu sucesso. Comoo o término dela tem sido fundamental para meu amadurecimento. Acabei desabafando de maneira errada quando falei sobre o meu projeto ‘Buteco do Gusttavo Lima’, o alívio de estar ali lançando um trabalho tão a minha cara que demorou tanto para acontecer mexeu muito comigo. Mas como todo ciclo tem um começo também chega ao fim. E para as pessoas que me conhecem sabem que tenho senso de justiça e isso me motivou a esclarecer minhas declarações. A palavra ‘roubado’ é muito forte, minha saída foi acertada a duras penas e em comum acordo. Se paguei por tudo que paguei é por entender que a minha vida, minha felicidade é um bem precioso”, declarou o sertanejo.

O cantor ainda relembrou o período em que chegou a pensar em desistir da carreira. “Hoje se alguém me fizesse a mesma pergunta diria assim: Parar? Jamais, pois só os fracos desistem e eu, redescobri minhas forças! O que passou, passou e a melhor maneira de tocar a vida é viver, porque esta sempre foi minha busca. Só quero o que é justo: o que é meu é meu e será meu, vou lutar por tudo que ainda me pertence".