segunda-feira, 10 de julho de 2017

Paleontólogo Maranhense diz ter achado fóssil de jumento pré-histórico de aproximadamente 150 mil anos

Descoberta põe o maranhão no mapa da arqueologia


Um paleontólogo nordestino diz ter encontrado fóssil de Jumento Pré-histórico de aproximadamente 150 mil anos

A Paleontologia é uma ciência muito confundida com a arqueologia. É muito comum encontrar alguém que acha que na Arqueologia se estuda os dinossauros, por exemplo. No entanto, a Arqueologia tem o objetivo de estudar a humanidade; já a paleontologia estuda as outras espécies (animais, vegetais, etc). É a Paleontologia que, de fato, estuda os dinossauros. Na verdade, a Paleontologia abrange muito mais do que apenas os dinossauros.

Um achado arqueológico pode mudar tudo o que já vimos e sabemos sobre Paleontologia e arqueologia se de fato for comprovado o fóssil de um "Jumento Pré-histórico".

Um paleontólogo nordestino diz ter encontrado o que tudo indica ser um fóssil de um Jumento Pré-histórico de aproximadamente 150 mil anos. Raimundo dos Santos Silva é um paleontologia amador e já viajou para varias partes do mundo integrando equipes de paleontólogos.

O achado Arqueológico de Fóssil foi encontrado na pequena cidade de Brejo, interior do maranhão.

Os vestígios analisados pela Paleontologia se resumem basicamente nos fósseis, pois é um dos únicos tipos de vestígio de ser vivo que se preserva por milhões de anos. Em períodos mais recentes é possível estudar ossos que continuam preservados sem passar por processos de fossilização (no caso dos animais), ou até mesmo o pólen e os amidos que se preservam razoavelmente bem no sedimento (no caso das plantas).