Mulher casada finge sequestro para passar noite com amante em motel e é presa

Um mulher casada, de 24 anos, fingiu ter sido sequestrada para passar a noite com o amante em um motel em Muriaé, na Zona da Mata. Ela foi presa por falsa comunicação de crime à Polícia Militar (PM).

De acordo com a suposta vítima, Marilene Alves ela dirigia pelo bairro Dornelas quando dois assaltantes, altos e fortes, entraram na frente do veículo. Armados com revólver calibre 38, eles ordenaram que o motorista passasse para o banco de trás.

À PM, a mulher contou que os bandidos a levaram, na quarta-feira (1º), a uma residência na zona rural de Muriaé, onde ficou sozinha, sem água e comida, até a manhã de sábado (3). Ela conseguiu sair porque percebeu que as portas da casa estavam abertas. O carro não havia sido levado pelos criminosos, mas estava sem estepe e sem caixa de som do carro.

Pois é, mas foi por um vacilo de Marilene que todo o seu plano foi descoberto, ela postou uma foto em seus Status do Whatsapp  e logo em seguida apagou, porém seu marido Reginaldo dos Santos acabou vendo, ele conheceu o local onde a foto havia sido tirada, era o mesmo motel que ele costumava levar Marilene, no período em que os dois namoravam.

No mesmo momento Reginaldo ligou para o motel, e conforme uma funcionária do motel, a mulher deu entrada no estabelecimento por volta das 22 horas de quinta (2) e saiu na sexta (3), às 8h30. Questionada pela polícia, a mulher acabou confessando que mentiu para não enfrentar o marido. Ela recebeu voz de prisão, mas já foi liberada. A mulher responderá em juízo.