terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Cerca de 500 crianças vão ficar sem tratamento com o fechamento do Grendacc em Jundiaí


Cerca de 500 crianças de dez cidades da região de Jundiaí (SP) vão ficar sem atendimento com o fechamento do hospital do Grupo em Defesa da Criança com Câncer (Grendacc). A instituição anunciou que vai encerrar a assistência 24 horas no dia 5 de julho por falta de dinheiro e ajuda do governo federal.


Nos últimos três meses, foram realizadas 10 cirurgias e mais de 60 crianças ficaram internadas no Grendacc, mas os administradores dizem que sem o credenciamento do SUS não tem como manter a estrutura funcionando.

A entidade disse que não consegue manter o atendimento e as internações no hospital sem a verba que receberia, caso fosse credenciada pelo Ministério da Saúde.

Os representantes do Grendacc esperavam que o ministro da Saúde mudasse a posição e credenciasse o hospital de Jundiaí. Mas sem a verba, o déficit mensal do Grendacc só tende a aumentar. Atualmente, a entidade arrecada em doações e parcerias cerca de R$ 800 mil, e faltam mais R$ 700 mil para cobrir todas as despesas.