quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

IBGE; Brasil tem 11,8 mi de analfabetos, diz pesquisa

O país tinha 11,8 milhões de analfabetos no ano passado, divulgou o IBGE nesta quinta-feira (21). O número representa 7,2% da população de 15 anos ou mais. A taxa entre pretos e pardos é de 9,9%, mais de que o dobro da de pessoas brancas (4,2%).


Os dados fazem parte do módulo de educação da Pnad Contínua, pesquisa domiciliar que abrange todo o território nacional. O IBGE compilou novos dados e ampliou a área de cobertura em relação às pesquisas anteriores sobre analfabetismo. Não há ainda série de comparação.

A relação desigual foi constatada em todas as Grandes Regiões.

Em 2016, a taxa de analfabetismo das pessoas de 15 anos ou mais de idade foi estimada em 7,2%, o equivalente a 11,8 milhões de pessoas. O número apresentou ainda uma relação direta com a idade: atinge até 20,4% entre as pessoas de 60 anos ou mais.

Entre os adolescentes de 15 anos ou mais, 7,2% são analfabetos. Desses, 4,2% são brancos e 9,9% são pretos ou pardos. Na faixa etária de 18 ou mais, o analfabetismo atinge 7,7% (4,4% brancos e 10,6% pretos ou pardos). Entre os adultos de 25 anos ou mais, 8,8% são analfabetos (4,9% brancos e 12,4% pretos ou pardos). No grupo das pessoas com 40 anos ou mais, 12,3% não são alfabetizados (6,8% brancos e 17,8% pretos ou pardos). A população de 60 anos ou mais é a que mais sofre com o analfabetismo: 20,4% (11,7% brancos e 30,7% pretos ou pardos).