Senegalês 'Negão da Picona do WhatsApp' é preso após matar Rinoceronte durante gravação de filme aduto

TV Nacional de Senegal– Ahmed Mamanjuba, O senegalês mundialmente conhecido como “negão da picona do WhatsApp”, foi preso nesta quarta-feira acusado de matar rinoceronte durante a gravação de um filme adulto de zoofilia na cidade de Dakar, capital de Senegal!
Após ser rejeitado por diversas atrizes pornôs por causa de sua anatomia, Ahmed Mamanjuba atualmente trabalhava em um filme amador de zoofilia, ele contracenava com um rinoceronte. Em um determinado momento da cena o animal começou a ´berrar' de dor, minutos depois, o rinoceronte morreu de hemorragia interna por ter tido o útero ferido.

Ahmed e os produtores do filme foram presos pela policia local e liberados após pagamento de fiança.

Nascido nas imediações de Dakar, capital do Senegal, Ahmed sofreu bullying desde a infância, sendo comparado aos jegues por causa de sua anatomia.

“Os meninos que tinham os membros pequenos, em torno de trinta centímetros, invejavam e odiavam ele”, disse o biografo de Ahmed.

Ao ficar adulto, Ahmed não conseguia arrumar namoradas, tendo aderido a zoofilia para finalmente conseguir perder a virgindade aos trinta anos de idade.